Categorias
Resenhas

Análise de Dragon Ball Super | Episódio 30 Manga

 

Nesse episódio vemos Goku perder para Toppo e vemos que Zeno’s decidem sobre o Torneio, decidem as regras e anunciam.

As regras foram discutidas por daishikan e Zeno, quem ganhar vai ter um desejo das super esferas, o universo vencedor não ganhará nada apenas o lutador.

Whis explica alguns termos e é elogiado por daishikan, todos voltam para seus universos para selecionar 10 participantes.

Os dois universos a não participar são o 5 e 8 por terem lutadores com poder de luta maior que 7.

Goku, Whis e Bill’s chegam na terra para juntar os 10 lutadores, Vegeta não quer participar por que sua filha ainda não nasceu então Whis com seus poderes faz ela nascer sem dor.

Uma coisa interessante que Bulma fala que se ela tiver mais bebês Whis poderia ajudar novamente.

Vegeta fala para Goku pegar mais senzu mas Whis fala que isso não é permitido, Kaioshin lembra que Buu tem poder de cura que vai ser bem útil no torneio.

Uma coisa que mudaram no manga de Goku não querer chamar Gohan e Vegeta querer, Goku quis chamar as crianças ao invés de Gohan.

Goku parte para chamar Kuririn, 18 e 17.

Categorias
Resenhas

Novos 52 Batman #00

Nesse capitulo vemos o começo do Batman e o começo das tecnologia na batcave, vemos Dick que futuramente vai ser um Robin, e conhecemos um detetive Gordon.
Pelo o que deu para perceber que Bruce arressem perdeu seus e vive em um quarto um pouco estranho com uma baita caverna cheia de tecnologias, vemos um Bruce meio desinteressado  pela empresa de seus pais e Alfred fala para ele que tem que manter uma vida ao luz do sol.
O que achei do inicio da batcave ? muito bem desenhada, cheia de tecnologias e só achei que está muito clara para um morcego mas ainda ele não é o batman ainda apenas um vigilante.
Mais adiante vemos Dick um jovem rico que quer ir direto para a faculdade e entra no sistema de sua escola para alterar suas notas, achei isso bem interessante e vemos que ele já gosta de ser um herói mas parece que ele quer uma vida fácil.
No inicio vemos Gordon falando com Bruce e dos pequeno desaparecimento dele na empresa de seus pais.
Categorias
Resenhas

Dragon Ball Super EP.117

Resultado de imagem para dragon ball super 117
Nesse episódio temos Goku muito fraco sendo encurralado por guerreiros do Universo 2, n 17 e 18 lutam contra Ribriane e sua amiga e ainda temos Vegeta tentando utilizar o Instinto superior.
É a vez de Universo 2 tentar fazer algo contra Goku mas 17 e 18 ajudam ele parcialmente e vão enfrentar Ribriane e a amiga chata dela, Goku fica preso por 3 guerreiros do Universo 2 que o deixam mas ainda quer lutar com eles.
Gohan e Piccolo até tentam ajudar mas os Namekusei não deixam ele chegar perto, com n 17 e 18 começam uma luta muito incrível e vemos que 18 ainda está com pé machucado. Ribriane começa com os papo de amor e até zoa Kuririn por não ter nariz.
A atuação de 17 está muito boa com ataques rápido de mais e no meio da luta vemos que 17 e 18 ajudam um e outro para eliminar ambas.
Vemos que o amor estranho pode vencer o amor de Ribriane, até o Kaioshin recebeu um aviso de 18 quando começou a brincar com amor .
E mais uma vez vemos que o Universo 2 utiliza algo de fora para aumentar o poder de Ribriane mas adianta nada que ela e sua amiga caem fora.
Vegeta começa a lutar com o policial de armadura e tenta relaxar para que o instinto superior venha mas vemos que Vegeta não aguenta muito e parte para cima do cara e o enche de porrada. Isto confirma a teoria que o Instinto superior vai ser ofensivo mas o jeito de chegar vai ser diferente.
Categorias
HQs

MARVEL MATA UM VILÃO CLÁSSICO EM NOVO QUADRINHO DOS DEFENSORES

O título dos Defensores nas HQs está conquistando diariamente os fãs, apostando na equipe da série da Netflix, e inserindo elementos mais urbanos do Universo Marvel. É um título recheado de inimigos e vilões, dentre os quais se destacam o Kid Cascavel e a Gata Negra. 

Porém, a guerra nas ruas de Nova York não para por aí. Diversos cartéis criminosos estão em atrito desde o ressurgimento de Willis Stryker, e nem todo mundo está feliz com a insurgência desse novo “Rei do Crime”. Uma das pessoas que já deixou isso bem claro é o Cabeça de Martelo, clássico vilão do Homem-Aranha, e ele teve que pagar caro por isso.

Em Defenders #7, escrita por Brian Michael Bendis e com arte de David Marquez, o vilão começa a criticar as atitudes do Kid Cascavel, e os dois começam a ter uma discussão acalorada. Quando Stryker ameaça matá-lo, ele se estressa e fala de como sobreviveu a todos os rebuliços no submundo criminoso… e é aí que um dos soldados a serviço de Stryker dispara um projétil especial contra sua cabeça, partindo seu crânio de adamantium e o assassinando no local.

É curioso pensar na morte do Cabeça de Martelo, pois como o próprio disse, ele sempre sobreviveu aos rebuliços da comunidade heroica. Introduzido pela primeira vez em The Amazing Spider-Man #113, de 1972, o vilão sempre foi uma presença constante nas HQs mais urbanas do Universo Marvel, e nunca antes havia morrido. Agora, tudo que nos resta é aguardar sua – óbvia – ressurreição.

Categorias
Animes

DRAGON BALL SUPER – PRÉVIA DO PRÓXIMO EPISÓDIO MOSTRA BATALHA INTENSA ENTRE GOKU E KEFLA!

Torneio de Poderque está se desenrolando em Dragon Ball Super está atingindo ápices nos últimos episódios do anime. No episódio116, intitulado “The Signs of a Comeback! Ultra Instinct’s Huge Explosion!!” (Os sinais de um retorno! Explosão do Instinto Ultra!!, em tradução livre) iremos contar com uma luta intensa entre Goku em sua forma Ultra Instinto contra a personagem Kefla, dispondo de um poder enorme em seu modo Super Saiyajin.

Será que esse será o fim de Kefla no torneio? Só esperando o episódio para descobrirmos. Confira a prévia dele no vídeo abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=KOZuFrCguuo

Categorias
Séries

O JUSTICEIRO – PRIMEIRAS REAÇÕES À SÉRIE SÃO NA MAIORIA POSITIVAS!

Capa da PublicaçãoNo fim desta semana, teremos a aguardada estreia de O Justiceiro, na Netflix, dndo continuidade à história do personagem dos quadrinhos que foi apresentado na segunda temporada de Demolidor.

Netflix liberou os 13 episódios da série com antecedência para a imprensa, e algumas das opiniões começaram a ser liberadas – você também poderá descobrir o que nós achamos, ainda hoje – e a maioria das opiniões é bastante otimista, como você poderá ver à seguir:

Collider:

O Justiceiro é fascinante, entretenimento politicamente aventureiro, disposto a ficar atormentado na complexidade de uma nação que veio a se definir através do incalculável dano e incontáveis quantidades de assassinatos feitos em nome da paz. Quando a necessidade de configurar, reiterar ou antecipar o enredo torna-se sua preocupação mais proeminente, no entanto, é emblemático em tudo de errado com as adaptações de quadrinhos, na TV ou em outro lugar.

Daily Dot:

A Netflix lançou os 13 episódios para os críticos e, apesar dos fortes desempenhos de Bernthal, Walcott e Moss-Bachrach (Micro), foi uma tarefa árdua de chegar ao fim. Eu me vi pensando em  Person of Interest, que fez um trabalho melhor com material similar. Seus personagens principais eram um ex-vigilante da CIA e seu parceiro hacker, lutando contra inimigos sombrios no complexo militar-industrial. Mesmo no formato de uma série de crime com fórmulas CBS, foi mais satisfatório do que a tentativa de Marvel no drama sério e prolongado.

Forbes:

O Justiceiro é a série que a Marvel Television precisava. É a série que prova que talvez ainda haja esperança para as ambições para a TV do estúdio. E sim, se julgarmos puramente no ato de se transformar em um personagem, Bernthal merece absolutamente uma indicação ao Emmy por este papel. Seu desempenho foi muito maior que os dias de Demolidor.

Indie Wire:

Para uma série que parecia, desde o momento do seu lançamento, ser tão controversa, seu elemento mais controverso é a falta de controvérsia. Frank Castle faz algumas coisas ruins, mas nada tão ruim quanto o que acontece na América em uma base regular. Como uma narrativa sobre os veteranos que tentam encontrar seu lugar no mundo, “O Justiceiro” tem algo a dizer. Mas poderia ter sido muito mais curto, e sua colocação no universo Marvel se sente tangencial na melhor das hipóteses.

Polygon:

O primeiro episódio do Justiceiro é sonolento e repetitivo; nada disso é diferente do que já vimos na segunda temporada de Demolidor. Ao longo dessas mesmas falas, o quinto e o sexto episódios já arrastam mais do que os outros, uma indicação da baixa nas mid-seasons da Netflix. Mas, pelo menos, o começo repetitivo de Justiceiro é parte do primeiro passo necessário para a narrativa no enredo da série: mover objetivo na vingança de Frank.

Uproxx:

É um enigma: O Justiceiro é mais eficaz quando o personagem do título está matando indiscriminadamente seus inimigos, mas é também quando evoca os tipos de horrores da vida real que remeteu a estréia uma vez, e poderia continuar remetendo indefinidamente. Pode-se esperar que seja um momento em que as ações de Frank não recordam instantaneamente os horrores do nosso mundo, mas essa versão de sua história ainda precisa ser dita de forma muito mais convincente do que isso.

The Wrap:

Quase quero declarar que a existência deste “Justiceiro” mostra um milagre. Eu não sei, realmente, o que eu esperava, porque, desde o momento em que foi anunciado, realmente não senti que ele se encaixava nas outras séries da Marvel na Netflix. E, além de algumas aparições de Karen Page (Deborah Ann Woll) e alguns cameos de personagens muito menores de outras séries, ele realmente faz seu próprio caminho. E agradeço ao Senhor por isso, porque eu gosto de assistir legitimamente a programas de TV bons. E “O Justiceiro”, de alguma forma, é legitimamente bom.

Categorias
Sem categoria

Conheça Atores : Caity Lotz

Caity Marie Lotz (San DiegoCalifórnia30 de dezembro de 1986) é uma atrizdançarinacantora e modelo norte-americana, conhecida por interpretar a oficial Kirsten Landry em Death ValleycAnnie no filme de terror The Pact ,a primeira Canário na série Arrow e a Canário Branco na série Legends Of Tomorrow.

Biografia

Lotz começou sua carreira como dançarina em turnês de Lady Gaga e Avril Lavigne. Pouco depois participou nos vídeos musicais Paparazzi e LoveGame de Lady Gaga.[1] One Love de David Guetta e EstelleTell Me Something I Don’t Know de Selena GomezMesmerized de Faith EvansFreeze, de T-Pain; Baby It’s You de JoJo e Evacuate the Dancefloor de Cascada. Fez também de campanhas publicitárias para ReebokJack in the Box e T-Mobile e realizou cenas como dublê de dança no filme Step Up 3D, Lotz também é artista marcial, com um pouco de treinamento em TaekwondoWushu e Muay Thai. Também pratica parkour.
Em 2005 se juntou ao grupo de meninas Soccx. Em 2006, o grupo lançou seu primeiro single: From Dusk Till Dawn (Get The Party Started), seguido por Scream Out Loud em 2007, que alcançaram o top 10 na Alemanha. Seu álbum de estréia, Hold On, também foi lançado em 2007 e seu terceiro single, Can’t Take My Eyes Off You foi lançado em 2008.
Caity foi modelo para as revistas Men’s Health e Esquire, esta última em conjunto com o site Me In My Place.
Ela começou sua carreira como atriz em 2006 com um pequeno papel no filme de animadoras de torcidaBring It On: All or Nothing, posteriormente um papel no terceiro episódio de Law & Order: Los Angeles e um papel recorrente na quarta temporada do drama da AMC Mad Men como Stephanie, sobrinha de Anna Draper. Em 2011, ela desempenhou um papel de oficial Kirsten Landry, no falso documentário Death Valley da MTV.
Em 2012 aparece como Annie no filme The Pact, que estreou no Sundance Film Festival 2012. Em 2013 aparece em Live at the Foxes Den e Battle of the Year: The Dream Team. Também obteve um papel recorrente na segunda temporada da série Arrow da CW, onde ela interpretou Sara Lance, substituindo Jacqueline MacInnes Wood, que interpretou o personagem no episódio piloto.
Atualmente Caity atua na série DC Legends of Tomorrow tambem da emisora americana The CW com a personagem Sara Lance, saída da série Arrow junto com demais personagens de outras séries formando um novo grupo de heróis que o objetivo principal é proteger a linha do tempo e proteger o mundo de vilões.
Categorias
Sem categoria

Conhecendo personagens :Goku

Resultado de imagem

Son Goku (孫 悟空, Son Gokū?, mais conhecido apenas como Goku) é um personagem e o protagonista da franquia Dragon Ballcriada por Akira Toriyama. Sua primeira aparição ocorreu no primeiro capítulo do mangá Dragon Ball, conhecido como Bulma e Son Goku ( ブ ル マ と 孫悟空, Buruma a Son Gokū ?), publicado na revista Weekly Shōnen Jump, em 3 de dezembro de 1984. Goku é inspirado num personagem com o mesmo nome, 孫 悟空 (lê-se Sun Wukong em mandarin e Son Goku em japonês),personagem principal do romance Jornada ao Oeste. Porém, Toriyama mudou algumas de suas características para ser mais original. Goku é apresentado como um menino estranho com rabo de macaco e força sobre-humana. Conforme a história se desenrola, é revelado que ele descende de uma raça fictícia chamada Saiyajins, uma das raças mais poderosas do universo.
Como protagonista da franquia, Son Goku é apresentando em todos animesmangásfilmesjogos eletrônicos e OVAs da série. Também é alvo de paródias e já fez várias aparições em eventos televisivos e outras séries como Dr. Slump e Neko Majin Z. Graças a grande popularidade de Dragon Ball e “Dragon Ball Z”, Goku se tornou um ícone japonês e as críticas a seu respeito são extremamente positivas, fazendo dele um dos maiores personagens de anime e mangá de todos os tempos e um ícone da cultura pop mundial.

Criação e concepção

Goku foi baseado em um do primeiros personagens de Toriyama chamado Tanton, o protagonista da série Dragon Boy. Nessa história, a principal característica física de Tanton era um par de asas. Quando Akira decidiu criar Dragon Ball, ele usou o romance Jornada ao Oeste de Wu Cheng’en como inspiração. O nome adotado por Toriyama para a personagem é a escrita japonesa do nome chinês Sun Wukong, que é a personagem central da história. Para ser criativo com o personagem, Toriyama declarou que ele projetou Goku para ser um garoto humano com um rabo de macaco, em vez de ser um símio completo como Sun Wukong. Ele deciciu fazer isso por que o rabo seria visível até mesmo quando Goku tentava escondê-lo[4]. Apesar de Goku ser tratado como uma pessoa de outro planeta, Toriyama tinha inicialmente a ideia de fazer dele um terráqueo, mas, com a introdução de novos lutadores de outros planetas, foi mais tarde estabelecido que Goku é um Saiyajin.
A fim de avançar a história mais rápido, Toriyama deu a Goku a habilidade de se teletransportar para qualquer planeta em apenas alguns segundos
Toriyama explicou que o uniforme keikogi de Goku é baseado nas vestes usadas pelos monges shaolins da China, sendo que ele queria que Dragon Ball assumisse um “toque” chinês. Durante a evolução inicial do mangá, vários leitores comentaram que Goku era bastante simples, de modo que o autor mudou sua aparência e adicionou diversos personagens como o Mestre Kame e Kuririn, então criou torneios de artes marciais para fazer a mangá mais baseado em combates. Desde que foi comentado que Goku certamente venceria o torneio, Toriyama o fez perder nos dois primeiros, e vencer somente o terceiro em que participara.
Com o fim da Saga Cell, no volume 35, Gohan foi concebido para substituir o pai como o principal protagonista, mas Toriyama acabou por pensar que Gohan era inadequado para isso, então houve a Saga Boo.

Personalidade

Son Goku começa a série como uma criança independente da sociedade. Foi criado, quando bebê, por seu avô adotivo, Son Gohan. Son Goku é uma criança muito forte e destemida. Devido ao seu sangue Saiyajin, ele era mais poderoso que a maioria dos inimigos que enfrentava e retornando-se sempre mais forte do que antes.
Mesmo assim, por causa dos seus mestres Son Gohan e Kame, sempre é gentil com os outros, chegando ao ponto de tentar não matar nenhum inimigo. É mostrado em Dragon Ball que Son Goku não tem maldade no coração, isto é, o que ele tem de força, possui também em inocência. Sua maior paixão, sem dúvida, é lutar. Quando adulto (Dragon Ball Z), seu corpo cresce, e Son Goku torna-se ainda muito mais poderoso do que antes (Dragon Ball). Ao longo de toda sua vida, Goku demonstra muita satisfação por lutar contra inimigos mais poderosos do que ele.
Son Goku causa admiração por seus amigos de luta. Ao longo da série é possível concluir que ele é na maior parte das vezes quem alcança o poder mais elevado da história de Dragon Ball (Z). Contudo, e apesar da sua significativa dedicação em árduos treinos, existe sempre alguém mais forte ainda o que o obriga a treinar sempre mais. Durante a saga (Dragon Ball, Z) o seu poder alcança dimensões descomunais.
A sua personalidade única, de inocência e seu potencial em ser o mais forte do Universo, faz com que todos os guerreiros Z, o vejam como uma meta a ser atingida.

Habilidades

Durante toda a série, Goku é o personagem que mais possui conhecimento sobre técnicas de batalha. Os Saiyajins são uma raça guerreira, e uma de suas habilidades especiais é a de se tornarem mais fortes após serem feridos gravemente, e se chegarem ao ponto de quase morrer devido a lesões físicas graves e se recuperarem, seu poder de luta aumentará incrivelmente o que é chamado de zenkai. Além disso, ele tem uma força sobre humana capaz de atravessar um planeta com um golpe facilmente e também velocidade que ultrapassa a da luz várias vezes lutando em velocidade absurda e que os seus amigos não conseguem acompanhar, graças também, ao fato de ser um Saiyajin e aos duros treinamentos que realiza dia-a-dia. Como todos os guerreiros, ele pode voar utilizando o Bukû-jutsu (舞空術? “Técnica de Dança no Céu“).
Sua primeira técnica energética foi o Kamehameha (かめはめ波? “Onda Destrutiva da Tartaruga“), que se tornou sua principal técnica. Ele a aperfeiçoou, criando suas variações, Super Kamehameha (超かめはめ波? “Super Onda Destrutiva da Tartaruga“) e o Kamehameha Aumentado 10x (10倍かめはめ波? “Onda Destrutiva da Tartaruga Aumentada 10x“). O golpe é simples, bastando concentrar parte do Ki e dispará-lo pelas mãos, mas Goku também consegue realizá-lo com os pés. No 21º Torneio de Artes Marciais, ele domina o Zanzouken (残像拳? “Punho da Imagem Remanescente“), a técnica de se mover tão rápido que a imagem permanece parada no lugar( mostrando ser mais rápido que a luz).
Enquanto treinava com o Kaioh do Norte, ele desenvolve suas duas técnicas. O Kaioh-Ken (界王拳? “Punho do Rei do Mundo“), é uma técnica que aumenta a força e velocidade do usuário e, o deixa envolto numa aura vermelha. Entretanto, a grande ampliação do Kaioh-Ken pode levar a morte. Goku consegue aumentá-lo em vinte vezes. A Genki Dama (元気玉? “Bola de energia “) é um ataque que consiste em reunir todo a energia de seu usuário ou dos seres-vivos que lhe derem energia. Foi usada em sua primeira luta contra Vegeta[29], porém foi lançada por Kuririn. Na luta contra Freeza, Goku realiza uma maior[30], com a energia de Namekusei e dos planetas próximos.
Com Majin Boo, a Super Genki Dama (自然の超球? “Super Esfera da Natureza“)[31] e contra Omega Shenlong, a Genki Dama Universal (全世界の元気玉? “Esfera Global de energia“)[32]. Com os Yadoratsujins, Goku domina o Teletransporte (瞬間移動, “Shunkan Idō”?), que é usado principalmente para levar ele e seus amigos para outros planetas. Fora da série, no 13º Filme da série, Dragon Ball Z – Explosão do Punho do Dragão! Se Goku não conseguir, quem conseguirá?, ele realiza uma das técnicas mais devastadoras, o Punho do Dragão (龍拳? “Ryuken“). Consiste em liberar toda a energia, em forma de um grande dragão dourado que desintegra tudo o que toca.
Em sua infância, Goku ganhou de seu avô o Nyobo, um bastão mágico que pode crescer o quanto Goku ordenasse. O real propósito do bastão mágico era para subir até a plataforma celeste a partir da Torre de Karin, no entanto, também foi muito utilizada por Goku como uma arma. Também recebeu do Mestre Kame, a Kitoun, a nuvem voadora. Tal nuvem foi destruida por Tambourine, filho de Piccolo Daimao, mas ganhou outra do Mestre Karin. Com o decorrer da história, ele se torna a personagem que mais atinge os níveis Saiyajins. De início em Dragon Ball se transforma em Oozaru ao olhar para a Lua. Em Dragon Ball Z, chega ao Super Saiyajinao presenciar a morte de Kuririn, na Morada do Tempo, adquire o Ultra Super Saiyajin. Enquanto treinava no Outro Mundo, atinge os Super Saiyajin 2 e Super Saiyajin 3. Muito depois, em Dragon Ball GT se transforma no Oozaru Dourado e no Super Saiyajin 4.Em Dragon Ball Super, se transforma em Deus Super Sayajin na luta contra Bills e em Super Sayajin Azul contra Freeza após seu renascimento. Fora suas transformações, Goku é capaz de criar Vegetto e Gogeta através das fusões Potara (brincos) e Metamoru (dança), as duas com Vegeta.
Goku é reconhecidamente um dos personagens mais poderosos da ficção em todos os tempos. O Saiyajin tem a capacidade de obliterar planetas com relativa facilidade ainda no meio da série, tem uma resistência a danos corporais muito grande, além de técnicas como o Teletransporte que o podem levar a qualquer lugar do universo.
Categorias
Resenhas

Dragon Ball super Manga 26

Ler mangá Dragon Ball Super - Capítulo 26 online
Nesse episódio temos a parte final da luta de Zamasu Black contra Goku e Vegeta, vemos que cada vez tem mais fusões de Zamasu Black aparecendo e com isso o pessoal decide voltar novamente.
Quando os Kaioshin percebem que não vai ter mais saída eles teletransportam todos para perto da máquina do tempo, Goku e Vegeta vão ficar segurando o Zamasu para que o resto consiga voltar mas antes de Trunks e Mai voltarem Goku lembra do botão do Zeno.
Goku pergunta para o Kaishin se existe um Zeno aqui, quando Goku aperta o Zeno do futuro aparece na terra e Goku convence ele que Zamasu Black está fazendo a coisa errada, vemos Zeno mandando um poder para apagar todos os Zamasus.
Goku e Vegeta saem correndo para não serem apagados, quando chegam ao passado novamente Kibito cura Goku e Vegeta, Bulma e os outros querem saber o que aconteceu lá. Goku e Vegeta começam a contar.
Pilaf fala para Bulma que o líquido da máquina está pronto e Goku quer voltar mais uma vez para tempo, quando ele chega novamente com o Trunks vemos Zeno voando no vazio. Goku fala que vai levar ele para um local divertido.
Goku volta com Trunks e pede para Kaioshin ou o Whis o levarem para o Zeno do passado para cumprir o que ele tinha prometido, vemos um conversa entre pai e filho de Whis e Daishinkan. Voltamos novamente para o grupo e Trunks pergunta para Whis e Bulma se podem voltar para o tempo antes de Zamasu.
Whis fala que isso é possível e até fala que Bills já criou um mundo paralelo, Trunks e Mai vão para esse mundo mas temos que levar em conta que existe dois Trunks e duas Mais nesse mundo.
E com isso acabamos esse episódio.
Categorias
Resenhas

Dragon Ball Super Episódio 114

 

Nesse episódio temos a continuação da luta de Caulifa e Kale contra Goku, Freeza não dando bola para um competidor, Freeza tentando lutar contra Caulifa e Kale.

Na continuação da luta vemos que Goku começa apanhar no super saiyajin 2 contra as duas mas no meio da luta depois que Goku fala que não é para Freeza entrar na luta ele se transforma em God vermelho.

Nesta transformação Goku começa a lutar com um pouco mais de facilidade contra as duas, em um ataque que Goku manda para as duas a Caulifa leva a pior fazendo com que as duas utilizem os brincos potara. Vemos um pouco da fusão das duas.

Freeza antes do final começa a disparar energias para tudo que é lado a procura de um oponente, vemos que chega um policial no universo 3 para o enfrentar mas Freeza acaba não dando bola e sim começa a ver a luta de Goku.

Já sabemos que Freeza não gosta de saiyajins e diz que vai lutar junto com Goku mas Goku fala que deixa ele lutar depois dele.

Uma coisa sobre a Fusão, quando um indivíduo funde com outro geralmente o mais forte toma controle do novo corpo mas nessa fusão vemos que a Caulifa toma conta da Kefla.